END CONVENCIONAL

Os ensaios não destrutivos são técnicas altamente valiosas, uma vez que permitem o controle das propriedades dos materiais, com economia de tempo e dinheiro, e permitem que o material testado volte intacto para o local de trabalho após a inspeção. O departamento de ensaios não destrutivos da Bruke é sinônimo de um serviço eficiente, de alta qualidade e em constante evolução.

Possuímos técnicos qualificados para assegurar elevado profissionalismo e serviço, bem como garantir a total satisfação do cliente.

Entre os ensaios convencionais oferecidos estão a Inspeção Visual; a utilização de Líquidos Penetrantes, ensaios com Partículas Magnéticas, Ultrassom e Radiografia.

END AVANÇADO

A realização de certos ensaios em determinadas estruturas apresenta maior complexidade do que em outras. Para poder satisfazer a esse tipo de necessidade, a Bruke está sempre atenta às novas tecnologias, atualizando-se na aplicação de novas técnicas, na escolha de seus equipamentos e na sua forma de trabalho.

Os ensaios não destrutivos avançados oferecidos pela Bruke, além de serem menos invasivos permitem obter resultados mais rapidamente e com maior precisão.


REFLECTOMETRIA DE PULSO ACÚSTICO

Técnica usada através da aplicação de um impulso acústico multifrequência com posterior análise dos reflexos obtidos. O mesmo, por aplicação de algoritmos estatísticos, identifica e caracteriza as descontinuidades encontradas. Esta tecnologia não discrimina o tipo de configuração do material ou tubo.
A utilização da reflectometria proporciona vantagens como: menos de 10 segundos por tubo; rápido o suficiente para a inspeção 100%, se e quando necessário; ideal para situações de emergência; não há necessidade de inventário de sondas de consumíveis; interpretação de dados baseado em computador e geração de relatórios, entre outras.

Equipamento: Dolphin G3 da Acoustic Eye.

Aplicações: trocadores de calor, tubos flexíveis, tubos de até 4” de diâmetro, materiais ferrosos e não-ferrosos, plásticos e grafites.


ULTRASSOM PHASED ARRAY

Tecnologia que emprega os princípios físicos do ultrassom convencional, porém utilizando a avançada técnica conhecida como “princípio do pulso-eco”, cuja principal característica é a habilidade de mudar a forma e o ângulo do feixe de ultrassom dependendo do momento em que os elementos são disparados. 
Este ensaio permite focalizar o feixe ultrassônico e executar escaneamento com múltiplos ângulos simultaneamente, além de proporcionar outras vantagens como: aumento da confiabilidade da inspeção, reduzindo a subjetividade da inspeção de ultrassom manual; melhor constatação de defeitos, uma vez que a inspeção não está limitada aos ângulos convencionais; redução dos tempos de inspeção em relação ao ultrassom manual, uma vez que a inspeção pode ser feita com todos os ângulos programados simultaneamente 

Equipamento: Veo ou Prisma da empresa Sonatest.

Aplicações: estruturas metálicas, tubulações e soldas.


GPR

É um método geofísico que utiliza a propagação de ondas eletromagnéticas de alta frequência. Quando o espectro atinge a interface entre materiais com diferentes permissividades dielétricas, parte da onda é refletida em direção à superfície e o restante é refratada. Essa tecnologia permite, com rapidez, realizar o mapeamento de estruturas de concreto com profundidades de até 50 cm, identificando o posicionamento de armaduras, vazios, tubulações em PVC e outros elementos de transição, inclusive com a possibilidade de produzir relatórios com imagens em 3D.

Equipamento: GPR da GSSI.

Aplicações: em todas as estruturas de concreto armado e protendido.


INSPEÇÃO EM CABOS DE AÇO POR MFL

Esta inspeção permite obter dados sobre a integridade dos cabos de aço, utilizando o método de magnetização do cabo com ímãs permanentes (MFL- Magnetic Fluke Leakage). A cabeça magnética se instala sobre o cabo, examina e se desloca longitudinalmente através dele durante o teste.
Esta técnica permite detectar rapidamente falhas como: cortes de arames no exterior ou interior, corrosão, estiramento, desgastes e perdas da área metálica transversal.

Equipamento: WRI da Intron.

Aplicações: qualquer equipamento com cordoalha tais como guindastes e elevadores.


RADIOGRAFIA DIGITAL

Ensaio que consiste na leitura da exposição ao Raio X ou Gama em estruturas de concreto e aço. O uso deste método tem a vantagem do resultado imediato. As imagens são geradas rapidamente e se encontram disponíveis na tela do computador portátil para análise “in loco”. Isso melhora a eficiência do trabalho, sem que a qualidade seja comprometida, e o tempo reduzido de exposição aumenta a segurança dos técnicos. Serve para a identificação de falhas e medições de espessuras, como por exemplo a corrosão em armaduras com aumento ou perda de seção.

Equipamento: HD-CR 35 da Dürr.

Aplicações: em todas estruturas de concreto armado, protendido e metálicas.


RADIOGRAFIA DIGITAL DIRETA

O uso desta técnica tem a vantagem dos resultados imediatos. As imagens são geradas rapidamente e se encontram disponíveis na tela do computador portátil para análise “in situ”.  Dessa forma, obtém-se maior assertividade em relação às informações levantadas, já que é possível repetir o teste sempre que necessário. O tempo de exposição é notavelmente reduzido, proporcionando um aumento significativo na eficiência e na segurança dos operadores. 

Equipamentos: FlashXPro, RayzorXPro, BoltXPro da Vidisco.

Aplicações: em fundição, construção, eletricidade, arte, petróleo e gás, aeroespacial e naval.


BOROSCOPIA E VIDEOSCOPIA INDUSTRIAL

Este serviço consiste em inspecionar internamente equipamentos e estruturas como tubos, recipientes, caldeiras, válvulas, entre outros com uma sonda flexível de 4 mm de diâmetro e até 15 metros de comprimento. Com esta inspeção é possível observar e determinar a presença de obstruções, defeitos superficiais internos, formações de cascas, óxidos e/ou aderências. 
Os instrumentos são totalmente portáteis e funcionam à bateria. 

Equipamentos: Boroscópios e Videoscópios da Optim.

Aplicações: tubos, caldeiras e válvulas.


TV REMOTA

Esta técnica permite a inspeção por meio de fotografias ou filmagem de alta qualidade de equipamentos e tubos em qualquer tipo de indústria, principalmente naqueles espaços que são inacessíveis pelo operador. 

Equipamento: câmera JVC Full HD, tela táctil e lápis de 3”.  

Aplicações: equipamentos e tubos de difícil acesso. 


TERMOGRAFIA

A Termografia Infravermelha (TIR) é uma técnica sem contato que permite localizar tanto defeitos superficiais como subsuperficiais e que pode ser aplicada a um amplo espectro de materiais.
Esta técnica se caracteriza por sua rapidez, versatilidade e simplicidade, pois utiliza equipamentos e acessórios portáteis, que possibilitam a inspeção de grandes áreas em um curto período de tempo.
Proporciona bons resultados na detecção de defeitos em materiais compostos em diferentes campos de aplicação. 

Equipamentos: Therm App da Opgal.

Aplicações: conexões elétricas deterioradas, lubricação de rolamentos, fricção, superaquecimento em diferentes sistemas e infiltrações de água.


END EM CONCRETO

Estruturas de concreto podem sofrem com a deterioração ou corrosão da armadura, causados, muitas vezes, por problemas como a falha no projeto, baixa qualidade do concreto, imperfeições durante a obra, ou mesmo com o passar dos anos.

Alguns problemas impossíveis de ser detectados a olho nu, o que é um risco para a segurança.

Por isso, a Bruke oferece o que há de mais avançado para ensaios em concreto, com equipamentos de alta tecnologia que garantem diagnósticos rápidos e precisos.


POTENCIAL DE CORROSÃO DE ARMADURAS 

Este ensaio permite monitorar e identificar a corrosão das armaduras de estruturas de concreto armado. Um software integrado cria mapas de isopotenciais que facilitam o processo de identificação de regiões que estão sob processo de corrosão, como grande diferencial pela natureza não destrutiva da técnica.

Equipamento: CANIN + da Proceq

Aplicações: em todas estruturas que possuam concreto armado tais como: pilares, vigas, lajes, telhas e demais estruturas expostas.


ENSAIO DE DUREZA SUPERFICIAL 

O procedimento consiste em impactar uma superfície de concreto e, então, medir a reflexão de uma massa padrão por meio de um esclerômetro de reflexão. Como grande vantagem em relação aos ensaios com os dispositivos mecânicos tradicionais, a tecnologia do encoder óptico diferencial de velocidade absoluta do equipamento permite medições de alta precisão independente do sentido de impacto, sem necessidade de correções direcionais, trazendo alta confiabilidade aos resultados.

Equipamento: Esclerômetro de Reflexão da Proceq

Aplicações: em todas estruturas de concreto com idade mínima de 14 dias e máxima de 60 dias como ensaio quantitativo e qualitativo. Como ensaio qualitativo em estruturas de concreto superiores a 60 dias.


ULTRASSONOGRAFIA

O método consiste no envio de ondas ultrassônicas compatíveis com o concreto. Assim, é possível identificar falhas tais como fissuras, vazios e descontinuidades no concreto, além de poder estimar a resistência mecânica à compressão.
É possível também realizar ensaio de módulo de elasticidade de concretos e argamassas.

Equipamento: PUNDIT® PL-200 da Proceq

Aplicações: em todas as estruturas em concreto para investigação de falhas e para a determinação de resistência a compressão e módulo de elasticidade


GPR

É um método geofísico que utiliza a propagação de ondas eletromagnéticas de alta frequência. Quando o espectro atinge a interface entre materiais com diferentes permissividades dielétricas, parte da onda é refletida em direção à superfície e o restante é refratada. Essa tecnologia permite, com rapidez, realizar o mapeamento de estruturas de concreto com profundidades de até 50 cm, identificando o posicionamento de armaduras, vazios, tubulações em PVC e outros elementos de transição, inclusive com a possibilidade de produzir relatórios com imagens em 3D.

Equipamento: GPR da GSSI

Aplicações: em todas as estruturas de concreto armado e protendido.


RESISTIVIDADE

Ensaio para medir a resistividade elétrica do concreto. A resistividade é definida como uma propriedade física do concreto que indica a sua resistência à passagem de corrente elétrica. Além disso, é um parâmetro importante para indicar o grau e a distribuição de umidade no concreto, a presença de íons de cloreto e a taxa de corrosão da armadura. Frequentemente, a corrosão é resultante da presença de teores críticos dos íons de cloreto no concreto ou abaixamento de seu pH devido a reações com compostos presentes no ar, especialmente dióxido de carbono.

Equipamento: Resipod da Proceq

Aplicações: estimativa da probabilidade de corrosão, indicação de taxa de corrosão, correlação com permeabilidade de cloreto, avaliação no local da eficácia da cura, determinação das necessidades por área para sistemas de proteção catódica, identificação de áreas úmidas e secas numa estrutura de concreto, indicação das áreas numa estrutura mais suscetíveis à penetração de cloreto, correlação com resistência à compressão precoce, correlação com a permeabilidade de rocha à água.


INSPEÇÃO DE SOLOS

Trata-se de um método de prospecção geofísica baseada na emissão de impulsos eletromagnéticos de curta duração. Graças a um transmissor, é gerado um trem de impulsos ou ondas eletromagnéticas que, ao atravessar diferentes capas do subsolo, provoca uma reflexão de parte da energia da onda. Então, o receptor detecta essas reflexões, gerando um registro ou “imagem bidimensional profundidade-distância” do subsolo, ao longo de toda a linha de deslocamento da antena. 

Equipamento: GPR da GSSI

Aplicações: para mapeamento de fundações em edifícios, localização de fundações, armaduras e tubos. Este ensaio também é utilizado em estudos e investigações forenses e geológicas. 


RADIOGRAFIA DIGITAL

Ensaio que consiste na leitura da exposição ao Raio X ou Gama em estruturas de concreto e aço. O uso deste método tem a vantagem do resultado imediato. As imagens são geradas rapidamente e se encontram disponíveis na tela do computador portátil para análise “in loco”. Isso melhora a eficiência do trabalho, sem que a qualidade seja comprometida. O tempo reduzi- do de exposição também aumenta a segurança dos técnicos. Serve para a identificação de falhas e medições de espessuras, como por exemplo a corrosão em armaduras com aumento ou perda de seção.

Equipamento: HD-CR 35 da Dürr

Aplicações: em todas estruturas de concreto armado, protendido e metálicas.


TERMOGRAFIA

A Termografia Infravermelha (TIR) é uma técnica sem contato, que permite localizar tanto defeitos superficiais como sub-superficiais e que pode ser aplicada a um amplo espectro de materiais. 
Esta técnica se caracteriza por sua rapidez, versatilidade e simplicidade, pois utiliza equipamentos e acessórios portáteis, que possibilitam a inspeção de grandes áreas em um curto período de tempo. 
Proporciona bons resultados na detecção de defeitos em materiais compostos em diferentes campos de aplicação.

Equipamento: Therm App da Opgal

Aplicações: para localizar infiltrações e presença de umidade em estruturas. 


INSPEÇÃO

A escolha adequada das técnicas de ensaios e inspeção preditiva e preventiva permitem reduzir substancialmente o tempo do encerramento das instalações, contribuindo assim para um aumento significativo na produtividade do negócio.

Os especialistas de Bruke possuem formação em diversas áreas de inspeção, e estão preparados para aconselhar os clientes sobre a solução mais produtiva e que melhor se adapta às suas necessidades.


SOLDA

Confeccionamos Procedimentos de Solda 

Qualificamos e Certificamos Procedimentos de Solda

Qualificamos  e Certificamos Soldadores e/ou Operadores de Solda

Sempre cumprindo com as regras e/ou normas internacionais como ASME IX, API 1104, AWS D1.1 ou Normas Européias.


RECIPIENTES SUBMETIDOS À PRESSÃO

Os aparelhos a pressão deven ser inspecionados periodicamente para garantir sua integridade, avaliando a condição do recipiente, o fluído contido e o meio ambiente no qual se opera.

Entre eles se destacam:

  • Geradores de vapor
  • Recipientes para ar comprimido
  • Recipientes para conter amoníaco
  • Recipientes criogênicos
  • Tanques para conter gás carbônico

ELEMENTOS DE IÇAMENTO

A segurança nos equipamentos de içamento é fundamental para proteger os operadores, a carga e garantir a disponibilidade das máquinas,por isso se realizam as inspeções mediante os ensaios não destrutivos.Como uma maneira de prevenir acidentes e interrupcções nos processos produtivos, determinando se existem falhas ou não, para que se possa evitar maiores custos otimizando o investimento inicial.Entre os elementos de içamento se destacam:

  • Ganchos
  • Estribos
  • Carrentes
  • Cabos
  • Polias

CABOS DE AÇO (WRI)

Esta inspeção permite obter dados sobre a integridade dos cabos de aço. Os dados de perda de campo magnético estão relacionados com o estado do cabo em  toda sua extensão e seção. Ou seja, fica registrado em cada ponto se o mesmo sofreu alguma modificação física.

Esta tecnologia utiliza o método de magnetização do cabo com ímãs permanentes (MFL- Magnetic Fluke Leakage).A cabeça magnética se instala sobre o cabo, examina e se desloca longitudinalmente através do cabo durante a prova. O campo magnético satura a seção do cabo em direção longitudinal.

As irregularidades no cabo, tais como as reduções da área metálica (LMA) e os defeitos locais (LF) originam uma redistribuição do fluxo magnético ao redor do cabo, no qual é detectado por sensores. Estes sinais possuem valiosa informação relacionada as reduções da área metálica (LMA) e defeitos locais (LF), além de outros dados importantes.

Se podem detectar falhas localizadas como:

  • Cortes de arames no exterior ou interior
  • Corrosão
  • Estiramento
  • Desgastes
  • Perdas da área metálica transversal

ANÁLISE DE INTEGRIDADE

O controle das variáveis operativas do processo, a garantia da qualidade, a manutenção planejada e o conhecimento da vida restante ou útil das instalações, são os fatores mais importantes que fazem com que uma fábrica seja segura. Atualmente, o manejo das Últimas Tecnologias de Análise de Integridade Estrutural requerem do connhecimeto de:

  • Ensaios Não Destrutivos
  • Normas de aplicações vigentes e atualizadas.
  • Stress Analysis, mediante técnicas de elementos finitos
  • Mecânica de Fratura
  • Ingenharia de Materiais e Solda
  • Determinação de Vida Útil Restante
  • Análise de Falha de Materiais e Componentes

O desenvolvimento destas especialidades oferece uma solução eficiente aos tratamentos dos diferentes problemas que se originam na planta e permitem garantir o adequado funcionamento dos equipamentos e o aumento de vida útil dos mesmos.


MANUTENÇÃO

Especializados e sempre atualizados com as últimas técnicas de ensaios não destrutivos, estamos preparados para disponibilizar estas tecnologias, com o intuito de apoiar as melhores decisões de manutenção preventiva.

TREINAMENTO

O investimento na formação é extremamente importante para as empresas e os trabalhadores, pois a formação se traduz em capital humano, aumentando a produtividade dos funcionários e gerando um maior e melhor rendimento para a empresa.

A formação incrementa a produtividade dos trabalhadores, aumenta a motivação e gera maior confiança na própria organização.

Para superar a crise atual, as empresas precisam de inovação, o que significa mais conhecimento, criando uma maior necessidade de formação.

Em Bruke temos os instrutores mais reconhecidos no campo com a experiência e conhecimento dos problemas reais, com equipamentos modernos, instalações adequadas e treinamento direcionado a suas necessidades.


END

  • Práticas escritas segundo SNT, TC , 1A
  • Treinamento em END VT, PT, MT, RT
  • Qualificação de Pessoal
  • Exames de Nivelação I,II, III
  • Recertificação
  • Exame Visual

SOLDA

  • Práticas escritas segundo SNT, TC , 1A
  • Treinamento em END VT, PT, MT, RT
  • Qualificação de Pessoal
  • Exames de Nivelação I,II, III
  • Recertificação
  • Exame Visual

USO DE EQUIPAMENTOS

Oferecemos treinamento customizado para corresponder ao equipamento específico de cada cliente. Esses cursos são realizados com os mais altos padrões de treinamento no mundo dos ensaios não-destrutivos.


IN COMPANY

Treinamento a medida para sua empresa

A modalidade de treinamento in-company possui uma série de vantagens, como o fato de ser realizado na própria empresa sem necesidade de deslocamento, de aumentar as possibilidades de aplicação do mesmo ao cargo de trabalho e de produzir uma maior assimilação aos conceitos explicados.

Pelo fato do treinamento ser elaborado para o perfil profissional estabelecido pela empresa, e para atender todas as necessidades da empresa, o participante se sente mais motivado a participar das classes e de aportar sua experiência. 



CONTATO



Desejo receber notícias.

INFO@BRUKESA.COM

ROSARIO - SANTA FE

Endereço: San Lorenzo 4941
Código Postal: 2000
Telefone: + 54 341 4370475
Seg. à sex. das 9 às 18 hrs

CAMPANA - BUENOS AIRES

Endereço: Necochea 1172
Código Postal: 2804
Telefone: + 54 11 57523210
Seg. à sex. das 9 às 18 hrs

REBOUÇAS - CURITIBA

Endereço: Av. Des. Westphalen, 2356 – CEP: 80220-030
Telefone: +55 (41) 3030-7049
E-mail: info_brasil@brukesa.com
Seg. à sex. das 8:30 às 18 hrs

SANTIAGO - CHILE

NDTesting - representante
Endereço: Brahms, 425
Villa Kenedy
Telefone: +56 02-25151938

MONTEVIDEO - URUGUAY

Endereço:Tiburcio Gómez, 1330 Piso 3
Telefone: +598 99940603

X

Nome*

E-mail*

Cadastro efetuado!